fbpx

ALTA PERFORMANCE

Você desenvolve a alta performance na sua equipe, em você?
 

A alta performance pode ser interpretada como mais do que alcançar bons resultados. Possuir alta performance é ir além do esperado e também tem muito a ver com como você define e persegue seus objetivos.
Para explicar melhor, vamos usar um erro muito comum em relação ao conceito de alta performance: frequentemente, as pessoas pensam que ela diz respeito ao sucesso financeiro.
Na verdade, esse é um conceito muito mais amplo que isso. A alta performance vai além dos resultados dos seus esforços para se definir: ela se refere às suas atitudes, comprometimento e objetivos.

Ou seja, atitudes de alta performance são diferentes de um bom rendimento: o segundo é uma consequência da primeira.
Pessoas de alta performance são aquelas altamente motivadas, que estão dispostas a melhorar constantemente e buscar os objetivos mais ousados.


Porque é importante?

Hoje em dia, adotar atitudes de alta performance torna-se cada vez mais importante. Em especial no mercado de trabalho. Na atual situação econômica complexa que atravessamos, as empresas estão muito mais seletivas quanto aos colaboradores que contratam.
Principalmente, estão mais criteriosas ao oferecer oportunidades melhores, como cargos de liderança, cursos de capacitação e planos de carreira.
Possuir diferenciais é fundamental para se destacar. E isso raramente pode ser feito apenas com uma boa formação técnica.
As empresas buscam bons líderes e profissionais que tenham habilidades consideradas importantes para o bom funcionamento do negócio. A maioria dessas habilidades podem ser encontradas nas pessoas de alta performance.

Por exemplo:
Flexibilidade e capacidade de adaptação;
Facilidade de aprendizado;
Habilidade de autogestão;
Metas e objetivos de vida claros;
Inteligência emocional;
Comunicação assertiva e clara;
Empatia;
Motivação intrínseca;


Dessa forma, dedicar-se à alta performance pode ser uma forma de garantir o avanço da sua carreira. Mas também pode te ajudar em outros setores da sua vida, facilitando a conquista de metas, a superação de desafios e a formação de laços mais saudáveis e significativos.
Principais características de um profissional de alta performance

Agora que você já entende um pouco mais sobre o que é ser um profissional de alta performance e por que isso é importante, é hora de pensar mais profundamente: o que faz de um colaborador uma pessoa de alta performance?

Separamos algumas características principais:
Autogerenciamento: um profissional de alta performance precisa de pouca supervisão e apresenta bons resultados sem a necessidade de cobrança.
Facilidade de aprendizado: normalmente, esses profissionais são autodidatas ou possuem grande facilidade de aprender novos conteúdos e se atualizar.
Objetivos e metas definidos: para ter alta performance é imperativo que o profissional saiba o que quer e tenha estabelecido metas e caminhos para consegui-lo.
Concentração nos seus valores: esses profissionais não perdem seus valores de vista, procurando ambientes de trabalho que estejam alinhados com eles.
Confiança e autoestima: confiar em si mesmo e conhecer seus pontos fortes é essencial para sair da zona de conforto e obter os melhores resultados.
Autoconhecimento: da mesma forma, é importante estar atento aos pontos de possíveis melhorias e habilidades a serem desenvolvidas.
Auto responsabilidade: assumem as responsabilidades pelos seus erros, buscam aprender com eles e se dão crédito por suas vitórias.
Assertividade: são pessoas assertivas, que sabem comunicar suas necessidades e objetivos claramente.
Antecipação: são capazes de prever problemas e preparar soluções de maneira estratégica.
Adaptação: possuem facilidade de se adequar a novas situações, agir sob pressão e modificar suas estratégias de acordo com imprevistos.
Criatividade: são pessoas que solucionam problemas de maneira criativa e inovadora.
Motivação: possuem sistemas intrínsecos de motivação e não dependem demais de sistemas extrínsecos.
Disciplina: são disciplinados e persistentes, trabalhando duro para atingir suas metas.
Resiliência: sabe lidar com momentos difíceis sem se desestruturar, aprendem com os erros e não desistem.


Principais características de uma liderança de alta performance:

Quando o assunto é liderança, existem algumas características específicas que são esperadas. Isso é, além de todas as habilidades citadas no tópico anterior. Confira quais são elas:

Habilidade de inspirar e motivar: o líder de alta performance é sempre uma inspiração para a equipe. Ele serve de bom exemplo, está sempre oferecendo motivação e apoio.
Empatia: compreender a situação do outro, conectar-se e demonstrar preocupação com os colaboradores é essencial para a boa liderança.
Sinergia: possui boa conexão com a equipe, uma comunicação eficiente e é capaz de manter relacionamentos positivos e produtivos com todos.
Confiança na equipe: confia nos profissionais que contratou, delegando tarefas importantes e encorajando que eles participem da tomada de decisões. Uma liderança de alta performance passa bem longe da micro-gestão: sabe que sua equipe pode se autogerir.
Flexibilidade: consegue se adaptar e modificar seu estilo de liderança, detectando as necessidades dos colaboradores e circunstâncias específicas.
Segurança e experiência: inspira segurança, estabilidade e autoridade nos seus liderados.
Reconhecimento e retenção de talentos: sabe identificar quais são as melhores qualidades de seus liderados e onde elas podem ser melhor aplicadas. Trabalha ativamente para que a equipe se sinta reconhecida e tenha motivos para permanecer na empresa.
Resolução de conflitos: é capaz de mediar e solucionar conflitos de maneira assertiva e justa, de forma que nenhum membro da equipe se sinta prejudicado.
Promoção de um ambiente harmonioso: sabe como mediar os relacionamentos da equipe e promover atitudes mais saudáveis e harmoniosas.
Definição de metas realistas: não sobrecarrega sua equipe, embora estabeleça metas que os motivem e desafiem constantemente.



6 Passos Para Maximizar a Alta Performance na Vida Pessoal e Profissional


1: Faça uma reflexão e avalie sua situação atual

Antes de começar qualquer processo de mudança e evolução, é necessário saber o que precisa ser mudado. A auto reflexão pode ser um processo difícil, desafiador e muitas vezes, doloroso. Por isso, é importante contar com a ajuda de um profissional.
Uma vez que você se conhece melhor, pode entender em quais pontos precisa melhorar. E mais do que isso: saberá quais são seus pontos fortes e como eles podem ser utilizados a seu favor nessa jornada.


2: Identifique suas principais metas

Não adianta tentar fazer tudo de uma só vez. Como já mencionamos, a alta performance exige muitas habilidades diferentes e pode demorar para ser alcançada.
Para não se sentir sobrecarregado, é importante dividir esse desafio em partes menores e mais alcançáveis. Estabeleça objetivos de curto, médio e longo prazo.
Não deixe de pensar também em um cronograma e metas. Mas mantenha-se realista! Metas impossíveis só causam frustração e atrapalham seu processo de motivação.


3: Desenvolva novas habilidades

Você pode buscar a ajuda de um profissional que tenha mais experiência em determinado setor, cursos e até mesmo materiais voltados para autodidatas. O importante é estar sempre trabalhando no seu desenvolvimento, independente do tipo de habilidade que você está aprendendo.
E essas habilidades não precisam se limitar àquelas que você precisa para atingir a alta performance. Muitas vezes, aprender um novo hobbie ou um idioma que você sempre quis conhecer pode te ajudar a se manter motivado. Só tome cuidado para não perder o foco. Lembre-se: um objetivo por vez!


4: Haja no momento presente

O excesso de preocupação com o passado ou lidar demais com condicionais futuras (por exemplo, quando aprender x, poderei y) pode ser prejudicial. O único momento no qual você realmente pode agir é agora.
É claro, planejamento é um fator muito importante no auto desenvolvimento. Mas é preciso tomar cuidado para que seus objetivos não se tornem sonhos distantes ou devaneios. E a melhor forma de fazer isso é através da ação.
Sempre verifique se você está aderindo ao ciclo:
Planejamento;
Ação;
Conquista;
Reconhecimento.
Ficar preso em qualquer uma dessas fases te impedirá de se tornar uma pessoa de alta performance.


5: Seja sincero consigo mesmo

Para evoluir, é preciso assumir suas falhas e defeitos, antes de mais nada. Se você não aceitar a responsabilidade que tem sobre sua vida e suas ações, é impossível adquirir agência suficiente para modificá-las.
Trazer a responsabilidade pelos fracassos e tropeços para si pode ser um processo doloroso. No entanto, é através dele que você adquire controle sobre os fatores da sua vida.
Afinal, se é culpa do destino ou de outras pessoas, nada que você fizer trará mudanças, certo? Ao assumir sua parcela de responsabilidade pelos seus atos, defeitos e dificuldades, você também ganha poder: as rédeas da mudança estão na sua mão!


6: Não desista

O ciclo do auto desenvolvimento será uma constante na sua vida. Para alcançar a verdadeira alta performance, o indivíduo nunca deve deixar de aprender, evoluir e buscar novos horizontes. Por isso, a resiliência e persistência são características tão importantes.
Não desistir significa mais do que insistir. É preciso aprender com os seus erros para não repeti-los. Dessa forma, você sempre estará obtendo resultados melhores. E principalmente, estará obtendo resultados diferentes.
Errar, falhar ou não conquistar cada detalhe dos seus objetivos faz parte da vida. Quanto antes você aprender a lidar melhor com isso, sem atribuir culpabilização ou deixar que as situações afetem sua autoestima, mais longe você chegará.

Erros são descobertas. Permita-se sentir-se chateado, mas seja sempre otimista: essa é uma oportunidade de recomeçar com mais experiência e conquistar muito mais do que antes.

NOS ACOMPANHE:
CONVERSAR PELO WHATSAPP!